Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Emergência do Trauma de João Pessoa está superlotada, diz CRM-PB

Área Vermelha estaria com cinco vezes mais pacientes que o permitido.
Cerca de 60% dos pacientes não são perfil do hospital, diz diretor.

Do G1 PB
 
O setor de emergência do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa está superlotado. A constatação foi feita após uma inspeção do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), realizada na manhã desta quinta-feira (31). A vistoria no hospital foi promovida por iniciativa da Caravana da Saúde da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Segundo o diretor de fiscalização do CMR-PB, Eurípedes Mendonça, a Área Vermelha, como é conhecido o setor de emergência do hospital, acomodava cinco vezes mais pacientes do que é permitido.
Ainda de acordo com Eurípedes Mendonça, o anexo da Área Vermelha e a ala de pediatria também apresentaram mais pacientes que o permitido. “A Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] determina que nas instituições de saúde se respeite a distância de 80 cm de um leito para outro. Na Área Vermelha, os leitos não tinham nem 1 cm. Encontramos 25 leitos em um espaço previsto para cinco”, comentou o diretor. O espaço é determinado para evitar possíveis contaminações entre os pacientes e para facilitar o trabalhos dos profissionais.
A fiscalização na unidade foi provocada pela Comissão de Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional da ALPB. Segundo o presidente da comissão, o deputado Vituriano de Abreu (PSC), a visita foi motivada por várias denúncias encaminhadas pela população. “Nós deputados temos a obrigação de acompanhar o funcionamento dos órgãos que compõem a rede estadual, principalmente aqueles que oferecem serviços diretos à população”, avaliou.
O diretor-geral do Trauma, Edvan Benevides, explicou que os pacientes excedentes na Área Vermelha têm enfermidades que poderiam ser tratadas em outros hospitais, mas que são encaminhadas para o Hospital de Trauma. “Além de estarmos recebendo cerca de 47% mais pessoas do que no mesmo período do ano passado, cerca de 60% desses pacientes não atendem o perfil do Trauma. Precisamos massificar os atendimentos em outras unidades do estado para resolver a situação da Área Vermelha”, ressaltou Benevides.
Ainda de acordo com Edvan Benevides, a situação do hospital melhorou signfictivamente nos últimos dois anos. Ele comenta que a situação de macas nos corredores, problema enfrentado no ano de 2010, não existe mais no hospital. “Os parlamentares não me informaram da visita, faltou planejamento, poderia até não estar aqui para acompanhar a fiscalização. Mas de toda forma, a inspeção foi positiva. Os deputados viram que o atendimento no hospital melhorou nos últimos anos”, arrematou.
O CRM-PB informou que um relatório será elaborado em cerca de 15 dias com o resultado da vistoria na unidade. Este relatório deverá ser encaminhado para o Ministério Público e para a própria administração do hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso Portal