Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

domingo, 31 de março de 2019

Dom Aldo Pagotto afirma que foi perseguido dentro da Igreja da Paraíba


Dois anos após sua renúncia à Arquidiocese da Paraíba por denúncias de pedofilia, dom Aldo Pagotto rompeu o silêncio numa entrevista exclusiva ao jornal “Correio da Paraíba” e garantiu que foi perseguido dentro da Igreja Católica paraibana devido às suas posições políticas. Atualmente residindo em Fortaleza, Ceará, contou que foi coagido a escrever carta de renúncia alegando problemas de saúde. Avalia que a Igreja não lhe assegurou amplo direito à defesa e insinua que foi traído.

“Acolhi alguns padres que enfrentavam dificuldades no ministério, na esperança da inserção. Fui muito ingênuo. Criei cobra para me picar”, desabafou.
Dom Aldo permaneceu por 11 anos à frente da Arquidiocese da Paraíba. Assumiu o bispado em 2005 e deixou as funções em seis de julho de 2016, em meio a denúncias de pedofilia. 
A sua versão, porém, é a de que foi alvo de uma orquestração de padres e movimentos sociais de linha ideológica de esquerda, que conspiraram para sua queda dentro da própria Arquidiocese. Observa que tentou ser recebido em audiência pelo papa, em Roma, para esclarecer os fatos, mas não obteve êxito. Pelo seu relato, no dia dois de junho de 2016 o Núncio Apostólico chamou-o a Brasília para uma conversa. “De forma sumária, ele citou alguns fatos sobre o meu governo pastoral na Arquidiocese da Paraíba. Em seguida, comunicou-me que eu apresentasse carta com o meu pedido de renúncia”, frisou dom Aldo.
O ex-arcebispo conta que ficou profundamente abalado e que pediu ao Núncio para lhe mostrar os autos de um eventual processo jurídico-canônico, capazes de comprometê-lo, mas ele disse que não podia mostrar nada. Informou apenas que o material se encontrava nos arquivos da Santa Sé e da Nunciatura, que o papa estava a par de tudo e que, para o seu bem, dom Aldo deveria escrever o pedido de renúncia, por motivo de saúde. 
“Coagido pela autoridade eclesiástica, sob obediência, escrevi uma carta ao Papa com o pedido de renúncia”, acrescentou. Entre os fatos arrolados por dom Aldo, que teriam desgastado sua posição, figura a sua participação, em janeiro de 2014, em ato de protesto popular contra desmandos do governo petista, liderado pela ex-presidente Dilma Rousseff. “Esse gesto provocou reações adversas na ala eclesiástica que simpatiza ou se identifica com as posições do Partido dos Trabalhadores. A autoridade eclesiástica me chamou e me recomendou “ficar em cima do muro”, um comportamento que não faz parte do meu caráter”, narrou.
Dom Aldo afirma, ainda, que tentou reorientar a formação no seminário conforme a tradição e o magistério da Igreja, tendo enviado alguns seminaristas e padres a Roma para receberem sólida formação na Universidade e Seminário da Opus Dei, equidistante “dos desvios” da Teologia da Libertação. Disse que afastou seminaristas com comportamentos doutrinais e morais ambíguos e que sua atitude desagradou nitidamente aos padres adeptos da Teologia da Libertação, de viés ideológico socialista. Pagotto lembra que em 2010, numa sessão da Assembleia Geral da CNBB, os assessores da entidade apresentaram um Plano Nacional de Direitos Humanos, ao qual se posicionou contrário. 
“Falei que tal plano equivaleria à “constituição bolivariana”, expressão do regime socialista imposto por Hugo Chávez, ex-presidente da Venezuela. Isso incomodou bispos e agentes pastorais que apostam nos movimentos sociais, ligados a práticas de interesse político-partidário de esquerda”.
O ex-arcebispo da Paraíba conclui afirmando que questiona a forma pela qual foi defenestrado, “sem o inalienável direito de acesso aos autos, garantindo ampla defesa e debate do contraditório, como também da oferta de uma alternativa para exercer outras funções ministeriais em outro canto. Não quero agredir ou provocar outros conflitos com a autoridade que, não raras vezes, nos pede o silêncio obsequioso. O tempo é senhor da razão. Cedo ou tarde, não há nada de oculto que um dia não venha a ser revelado. Se você se cala, dá oportunidade para outros dizerem coisas por você. A ressignificação da vida nos marca com cicatrizes. Estas mostram que Deus nos torna mais fortes de quem nos feriu. Hoje enfrento um linfoma, mas Deus está me curando. Eu esperava que a Arquidiocese da Paraíba publicasse em nota oficial a homologação da sentença que o TRT/PB emitiu aos 8 de novembro de 2017, a respeito da falta de materialidade de provas sobre supostos crimes praticados contra menores. Fomos isentados, o arcebispo emérito e os padres acusados”.
Portal do Litoral com Correio da Paraíba

Inmet emite alerta de fortes chuvas com perigo potencial para a Paraíba

Inmet emite alerta de fortes chuvas com perigo potencial para a Paraíba
O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) publicou aviso de chuvas intensas com perigo potencial para a Paraíba.
De acordo com o comunicado, pode haver precipitações chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia e ventos intensos (40-60 Km/h).
Há ainda o baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.
Ainda segundo o Inmet, o período para o qual o alerta é válido começou às 07:41h de hoje às 8h desta segunda-feira (01).
A recomendação do Instituto é de que a população evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. 
PB Agora

Pedido de isenção da inscrição do Enem começa nesta segunda-feira

Pedido de isenção da inscrição do Enem começa nesta segunda-feira
Estudantes que querem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem solicitar, a partir de amanhã (1º) a isenção da taxa de inscrição. Para não pagar a taxa, os candidatos devem atender os critérios de isenção. O pedido é feito pela Página do Participante, na internet. A taxa do exame este ano é R$ 85.
Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio, em 2019, em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, que em valores de 2019, equivale a R$ 1.497.
São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, ou R$ R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, ou R$ 2.994.
Prazos
O pedido de isenção poderá ser feito, conforme o edital do exame, a partir das 10h, no horário de Brasília, do dia 1º de abril até as 23h59 do dia 10 de abril. No mesmo período, os estudantes isentos no ano ano passado que faltaram ao exame, podem apresentar justificativa e solicitar novamente a isenção.
No dia 17 de abril, o Inep vai divulgar a lista, também no portal do Enem, daqueles cujo pedido foi aprovado. 
Os participantes que forem reprovados poderão entrar com recurso, no período de 22 a 26 de abril, na Página do Participante. O resultado do recurso será divulgado, no mesmo endereço, a partir do dia 2 de maio.
Enem 2019
As inscrições para o Enem deverão ser feitas no período de 6 a 17 de maio. Os participantes que tiveram ou não a isenção aprovada também devem fazer a inscrição para participar do exame. 
O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5h30.
No segundo dia, os estudantes terão 5h para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. O resultado será divulgado, conforme o edital, em data a ser divulgada posteriormente.
As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superio pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Agência Brasil

sexta-feira, 29 de março de 2019

Vereadores do Conde é investigado por contratarem servidores fantasmas.




O vereador Fernando Araújo, conhecido como ‘Fernando Boca Louca’, do município de Conde, no Litoral Sul do estado, está sendo investigado acusado de usar uma mulher analfabeta e usuária do Bolsa Família e outras pessos de origem humilde como ‘laranjas’. As investigações estão sendo coordenadas pelo delegado Allan Terruel, através da Delegacia Contra o Crime Organizado (Decor) da Polícia Civil da Paraíba. Outros vereadores também serão investigados. O vereador confessou todas as acusações.
Conforme a Polícia Civil, as investigações se iniciaram no ano passado quando uma equipe do Bolsa Família do Conde procurou a mulher informando que ela perderia o benefício tendo em vista que já estaria trabalhando na Câmara Municipal.
“A mulher relatou que foi procurada pelo vereador Fernando informando que ela ganharia um dinheiro para que ele usasse o nome dela na Câmara de Conde. Com isso, ela ganharia R$ 100 e o resto do salário no valor de R$ 800 ela repassaria para o vereador, que depositava na própria conta bancária. A mulher estava desempregada e aceitou devido a necessidade.”, relatou o delegado.
Ainda segundo as investigações, a mulher foi até a Delegacia de Conde e denunciou o caso, que foi repassado para o delegado Allan Terruel e o policial deu início ao levantamento das informações.
Além dessa beneficiária, o vereador contratou outros funcionários fantasmas e ficava com a maior parte dos salários dos servidores, conforme a Polícia Civil.
Durante as investigações, o ex-vereador Muniz, e os atuais vereadores Malba, Luzimar e NaldoCell foram citados em depoimentos como participantes do esquema criminoso.
“Identificamos até que assessores não receberam dinheiro. As pessoas que tiveram nomes usados pelos vereadores e ficaram sem receberam os salários, devem procurar a Delegacia de Combate ao Crime Organizado, na Central de Polícia, em João Pessoa e denunciar para que possamos abrir investigação e combater a corrupção”, avisou o delegado.
Um vereador no Conde ganha de R$ 7.596,60 por mês, mas, com este esquema, a polícia estima que Fernando Boca Louca tenha colocado no próprio bolso mais de R$ 70 mil, através de assessores fantasmas, de 2017 a 2018.
O vereador Fernando que é policial civil de carreira, já foi ouvido pela polícia e teria confirmado as acusações. Ele vai responder por corrupção e lavagem de dinheiro.
O espaço aberto para a resposta dos vereadores citados na reportagem.

Portal Litoral PB 

quinta-feira, 28 de março de 2019

Bolsonaro diz que vai iniciar viagens pelo Brasil

     

     O presidente Jair Bolsonaro planeja iniciar uma série de viagens pelo Brasil nas próximas semanas. "Tem alguma (viagem) prevista sim, têm várias", disse. Ele citou como primeiros destinos Pará, Amazonas e Paraíba.
     No último caso, o presidente deve participar da cerimônia de entrega de casas populares em Campina Grande, ao lado do prefeito Romero Rodrigues (PSDB).
  A informação das viagens nacionais do presidente foi antecipada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que esteve com Bolsonaro no Palácio do Planalto na quarta-feira, 27. A agenda tem como um dos objetivos ampliar a base de apoio do governo.
 Sobre as dificuldades no Congresso, Bolsonaro avaliou como uma situação "natural'. "Eu fui deputado por 28 anos. Metade da Câmara é jovem, que vão aprendendo o trejeito político com o tempo", minimizou.
   Ele afirmou que "articulação é conversar" e que metade dos parlamentares é composta por seus "amigos".

Em 30 dias, Veneziano recebe quase 40 Prefeitos em Brasília e reafirma compromissos com o municipalismo

Em 30 dias, Veneziano recebe quase 40 Prefeitos em Brasília e reafirma compromissos com o municipalismo
O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) recebeu, nos últimos 30 dias do seu mandato, quase 40 gestores municipais paraibanos, que visitaram seu gabinete em Brasília para tratar sobre futuros investimentos nos seus municípios através do apoio do parlamentar, por meio de emendas parlamentares e sua articulação via ministérios, na concretização de projetos das mais variadas vertentes. “Estou sempre à disposição para colaborar com o trabalho dos Prefeitos pelo bem dos municípios”, afirma Veneziano.
Uma das visitas foi da Prefeita de Algodão de Jandaíra, Maricleide Izidro (PSD), que esteve acompanhada da Secretária de Educação, Valdinete Virgínio, solicitando emendas para investimentos para sua cidade. “Nos foi proporcionada uma conversa bastante produtiva, em busca de resultados positivos e novidades para a nossa cidade e nosso povo”, disse a gestora.

Quem também foi recepcionado por Veneziano no seu gabinete foi o Prefeito Charles Camaraense, de Cuité, junto com Dagmando Lopes, Secretário municipal de Assistência Social. “Na pauta debatemos com nosso Senador a alocação de recursos de custeio para a assistência social do município e também a articulação para a liberação de mais verbas já garantidas por Veneziano, para pavimentação de mais ruas em Cuité”, disse ele.

Veneziano também recebeu a visita do líder político Juscelino do Peixe, que foi candidato a Prefeito de Sapé. “Recebendo o apoio do nosso Senador na defesa dos pescadores e agricultores pelos direitos previdenciários”, disse Juscelino. Veja o recado de Veneziano em vídeo para o povo de Sapé: https://www.instagram.com/p/BvfU9FYg63F/

Outra visita foi a do Prefeito Kiko, de Caaporã, para tratar sobre assuntos em favor do município, inclusive, algumas das demandas existentes e outros investimentos para a cidade. “Estive em Brasília em busca de mais recursos para o nosso município, onde, junto com nosso Efraim Filho e nosso Senador Veneziano, conseguimos um total de 550 mil reais em emendas para custeio da Saúde. A população de Caaporã só tem a agradecer pelo empenho em nos ajudar.”

“Como assumimos em campanha, trataremos como prioridade as causas municipalistas”, afirmou Veneziano, lembrando o compromisso firmado na campanha eleitoral de ser a voz dos 223 Municípios paraibanos no Senado Federal.

Veneziano também recebeu os Prefeitos Benicio Neto, de Pilar; Neto Gomes, de São José de Espinharas; Jurandir, de Taperoá; Alberto Ferreira, de Mogeiro; Gervázio Gomes, de Bernardino Batista; Zezé, de Santa Luzia; Kleber, de Junco Seridó; José Leite, de São José de Caiana; Célio, de Vieirópolis; Ronaldo, de Gurjão; Nael Rosa, de Malta; além das Prefeitas Maricleide, de Algodão de Jandaíra; Chaguinha de Edilson, de Coremas; Márcia Lucena, do Conde, dentre outros gestores, deputados e representantes da sociedade civil organizada.

Assessoria de Imprensa

EXCLUSIVO: Ministério Público vai analisar áudio entre prefeito e secretários da PMJP envolvendo negociação com grana pública

EXCLUSIVO: Ministério Público vai analisar áudio entre prefeito e secretários da PMJP envolvendo negociação com grana pública
Em contato com a reportagem do PB Agora, na tarde desta quinta-feira (28), o Ministério Público da Paraíba confirmou que irá analisar o conteúdo de um áudio vazado sobre uma negociação suspeita entre o prefeito de João Pessoa, Luciano  Cartaxo e os secretários Adalberto Fulgêncio e Diego Tavares, envolvendo dinheiro público.
O caso veio à tona na manhã de hoje após publicação do conteúdo do  áudio, trazido com exclusividade na coluna do jornalista Wellington Farias, no portal www.pbagora.com.br.
Segundo o órgão, caso seja evidenciada a prática de algum ilícito, o Ministério Público tomará as medidas cabíveis ao caso, enquadrando os responsáveis na forma da lei.
“O Ministério Público da Paraíba vai analisar o áudio e o conteúdo da gravação, e tentar identificar algum dado concreto. Evidenciada a prática de algum ilícito  adotará, como de costume, todas medidas cabíveis ao caso”, informou, via assessoria. 
O CASO
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), e os secretários Adalberto Fulgêncio e Diego Tavares, das Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social respectivamente, foram flagrados em um áudio supostamente negociando propina.
Possivelmente a reunião aconteceu durante o período eleitoral do ano passado. 
O áudio deixa alguns questionamentos, tais como:
Por que prefeito, tem que “pagar mais para pegar $ 1 milhao”?
Por que na saúde pode ser mais interessante se for 40% e na Emlur for 30%?
Por que a preocupação de escolher o fornecedor pra pagar? E tem que ser um que dê segurança e não seja ficção?
O portal PB Agora segue acompanhando o caso.

Leia também:

PB Agora

segunda-feira, 25 de março de 2019

Salários dos servidores estaduais serão pagos nos dias 28 e 29


O pagamento dos salários dos servidores estaduais referentes ao mês de março será pago nos próximos dias 28 e 29. O anúncio foi oficializado pelo governador João Azevêdo, na manhã desta segunda-feira (25) durante uma solenidade em Campina Grande.   
A oficialização das datas do pagamento aconteceu durante solenidade em que o governador assinou Ordem de Serviço para terceira etapa das obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água, da Região Metropolitana de João Pessoa – Adutora Translitorânea.
Como nos meses anteriores, no primeira dia (quinta-feira 28), o pagamento será para os aposentados, inativos e pensionistas. Na sexta-feira (29) receberão dos demais servidores, da ativa, lotados nas secretarias, fundações e autarquias do governo da Paraíba.
Segundo João, a iniciativa tem como objetivo o compromisso de remunerar os servidores dentro do mês trabalhado.

Portal Litoral PB 

quinta-feira, 21 de março de 2019

vereadores declaram apoio a pre-candidatura a prefeito de Pitimbu em 2020 ao Vereador Jose Fernando. "A união faz a força !"

Inicia-se na Câmara de Vereadores de Pitimbú a construção de um apoio ao nome do Vereador e ex Presidente da Casa, José Fernando de Souza, mais conhecido como Fernando de Andreza, para a disputa da prefeitura municipal  nas eleições do próximo ano de 2020.

Fernando foi presidente da Câmara Municipal de Pitimbú por dois mandatos, tendo as suas prestações de contas aprovadas por unanimidade pelo Tribunal de Contas do Estado da paraíba, demonstrando o seu cuidado e zelo com o dinheiro público. O vereador também se destaca por estar à frente de projetos importantes como o de construção de 40 casas nas comunidades de Andreza e Chão de Jangada, poço e passagem molhada, tendo uma atuação marcante nas atividades legislativas do município.

Segundo apuramos o vereador até o presente momento já conta com o apoio de alguns colegas de parlamento, dentre eles o atual Presidente da Casa, Elcias Azevedo (PSD), a vereadora Bibi (PEM), o vereador Gilmar (PSB) e o vereador Joelson (PTB) e outros apoios estariam por vir.






Vamos aguardar os próximos acontecimentos.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Contas da Prefeitura de Pedras de Fogo são bloqueadas, diz TCE

Contas da Prefeitura de Pedras de Fogo são bloqueadas, diz TCE
TCE-PB bloqueia contas da prefeitura de Pedras de Fogo por falta de envio de balancete
O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba determinou o bloqueio das contas bancárias da prefeitura de Pedras de Fogo, porque o município não enviou à Corte o balancete referente ao mês de janeiro passado. Cada balancete mensal dos organismos jurisdicionados deve ser entregue até o final do mês subsequente.
A decisão, tomada com base na Lei Complementar 34/99 e no Regimento Interno do Tribunal, foi informada às superintendências regionais do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal por meio de ofício circular nº 0111/2019 – TCE – GAPRE. E também comunicada na sessão plenária desta quarta-feira (20) pelo conselheiro presidente Arnóbio Viana.
O documenta ressalta que o bloqueio implica a total impossibilidade de movimentação da contas bancária, por meio de cheques ou qualquer documento hábil. E observa que ficam permitidos, apenas, depósitos ou transferências para aplicação financeira que preserve o poder aquisitivo dos recursos. O bloqueio somente poderá ser levantado por autorização do Tribunal.

Ascom/TCE-PB

Prefeitura de Pitimbu realiza mutirão de exames pré-operatórios para cirurgia de catarata



Mais uma vez a gestão da Saúde em Pitimbu demonstra o compromisso com a qualidade de vida e bem estar da população. Nesta segunda-feira (18) aconteceu o primeiro mutirão de exames para realização de cirurgias de cataratas. A ação grandiosa atendeu diversos pacientes na sede do polo EAD.
Os exames foram realizados pelo oftalmologista Dr. Manuel Frazão e equipe, tendo o objetivo de detectar casos cirúrgicos da doença. Mais de 60 pacientes do município foram atendidos no mutirão, sendo detectados 40 casos que serão encaminhados para realizar o procedimento cirúrgico.
Durante a ação, a secretária de Saúde de Pitimbu, Geilce Azevedo, deu boas-vindas aos pacientes, e agradeceu a equipe do Dr. Manuel Frazão por ter se deslocado até Pitimbu para realizar os procedimentos.
“Com muita agilidade, eficiência e carinho, uma equipe composta por profissionais qualificados atenderam nossos idosos. Esse é um excelente trabalho, voltado para a saúde ocular, no qual os pacientes chegam aqui com a esperança de voltar a enxergar perfeitamente, nosso objetivo é esse, devolver a visão para quem sofre com a catarata”, declarou a secretária.
O prefeito Leonardo Barbalho enalteceu o trabalho da equipe que, através da Secretaria de Saúde do município, deu todas as condições de infraestrutura e de logística para que os pacientes fossem acolhidos com atenção, respeito, carinho e um farto lanche. 




Portal Litoral PB 

segunda-feira, 18 de março de 2019

Prefeitura de Conde lança edital de Concurso Público com 71 vagas

Prefeitura de Conde lança edital de Concurso Público com 71 vagas
A prefeitura de Conde lança nesta segunda-feira (18), o edital do concurso público para o preenchimento de 71 vagas, sendo 20 para Guarda Municipal (Masculino e Feminino) e 51 para Professores e Professoras da segunda fase do ensino fundamental. Das vagas oferecidas, 04 são direcionadas a pessoas com deficiência (PCD). As inscrições estarão abertas a partir da 0:00h do dia 21/03/2019 até às 23h59min do dia 15/04/2019, sendo o dia 16/04/2019 o último dia para o pagamento do boleto bancário, observado o horário oficial de Brasília-DF. O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBCF), é a empresa responsável pela realização do certame.
 As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no site da IBCF (ibcf.org.br). No portal da prefeitura de Conde, os interessados também podem acessar a página inicial do site (conde.pb.gov.br) e clicar no banner do concurso que será imediatamente direcionado para a página onde será realizada a inscrição. O edital será publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (18).
 A Prefeita Márcia Lucena, ressaltou que “a quantidade de vagas foi definida por meio de um estudo realizado pelas Secretarias de Educação e Administração, que identificou a necessidade de contratação para professores e professoras da segunda fase do ensino fundamental e na Guarda Municipal, para reforçar o efetivo atual”, destacou.
 Márcia destacou também a importância da realização de um novo concurso, visto que o concurso realizado em 2016, foi anulado devido as inúmeras irregularidades encontradas. “Este concurso era esperado desde o início de nossa gestão e também uma forma de oferecer as pessoas um concurso transparente, realizado dentro da lei e para evitar determinadas situações, como as que aconteceram no concurso de 2016, onde muitas pessoas foram prejudicadas”, pontuou.
Das 20 vagas para Guarda Municipal, 14 são para o sexo masculino e 06 para o sexo feminino. As vagas de professor e professora do ensino fundamental II são para: Professor(a) de Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Língua Portuguesa / Libras e Matemática.
A taxa de inscrição para os níveis médio e superior, é de R$ 62,00. As provas objetivas e discursivas serão realizadas no município de Conde e em João Pessoa no dia 19 de maio. O local e horário onde o candidato realizará a prova, constará no cartão de convocação, que será liberado para consulta a partir do dia 13 de maio, no site da IBCF.
Confira abaixo o quadro de vagas. Para maiores informações, acesse o edital no site da Prefeitura de Conde ou no site do IBCF.
Guarda Civil Municipal - 3ª Classe (Masculino) - 14 Vagas
Guarda Civil Municipal - 3ª Classe (Feminino) - 6 Vagas
Professor B – Artes - 4 Vagas
Professor B – Ciências - 4 Vagas
Professor B - Educação Física - 2 Vagas
Professor B – Geografia - 5 Vagas / 1 PCD
Professor B – História - 5 Vagas / 1 PCD
Professor B - Língua Inglesa - 4 Vagas
Professor B - Língua Portuguesa - 15 Vagas / 1 PCD
Professor B - Língua Portuguesa – LIBRAS - 1 Vaga
Professor B – Matemática – 11 Vagas / 1 PCD

Redação

quarta-feira, 13 de março de 2019

Facebook, WhatsApp e Instagram instáveis: redes apresentam erro na Paraíba, no Brasil e no mundo

Facebook, WhatsApp e Instagram instáveis: redes apresentam erro na Paraíba, no Brasil e no mundo
Na tarde desta quarta-feira (13), o Whatsapp, Facebook e Instagram apresentaram instabilidade. No caso do Facebook, não foi possível publicar conteúdo, tanto em perfis pessoais quanto páginas. Uma das mensagens exibidas fala que o site está "fora do ar para manutenção". Também foram registradas falhas de login, erros na publicação dos posts e comentários. De acordo com os usuários, o upload de fotos também está comprometido.
Jà no Instagram, uma das mensagens exibidas é "Erro de rede desconhecido", a outra é "Ops. Ocorreu um erro. Estamos trabalhando para resolvê-lo o mais rápido possível". O feed da rede de fotos também parou de carregar para algumas pessoas.
De acordo com relatos no Twitter, não é possível postar Stories, enviar Direct e há casos em que o app é desconectado e não é possível fazer login novamente. A hashtag #facebookdown está nos Trending Topics do Twitter como o segundo assunto mais comentado do mundo no momento.
O WhatsApp também apresenta erro para enviar áudios e imagens e o Messenger também tem falhas, mostrando apenas conversas antigas. 
Segundo informações de sites especializados, o time global já está trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível.

PB Agora
com informações com Techtudo

Restauração de rodovia interdita trecho Caaporã/Cupissura para construção de ponte

O Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba vai interditar, a partir de segunda-feira (18), por um período de 30 dias, o trecho da PB-034 entre Caaporã e o distrito de Cupissura, visando à construção de uma ponte no Rio Capim, como parte da adequação de capacidade e restauração da rodovia que liga a BR-101/Alhandra/Cupissura/Caaporã.
O desvio já está sendo construído pela construtora e será todo sinalizado para orientação aos motoristas que trafegam pela PB-34. No trecho acima citado, os motoristas vão trafegar em baixa velocidade, mas com segurança, segundo informa os executores da obra.
A restauração da PB-034 é mais uma obra do Governo do Estado, executado pelo DER-PB. Todo o trecho tem uma extensão de 20 km e, de acordo com o projeto, estão sendo feitos serviços de alargamento da pista entre a BR-101/Alhandra e recapeamento asfáltico total da pista de rolamento e dos acostamentos em CBUQ – Concreto Betuminoso Usinado a Quente.
O Governo do Estado, com recursos próprios, está investindo mais de R$ 11 milhões, beneficiando diretamente 41.089 habitantes dos municípios de Alhandra e Caaporã, ambos localizados no Litoral Sul do Estado. Pala rodovia trafegam diariamente, em média, 1.348 veículos – entre automóveis, ônibus, caminhões e motos.
Ao destacar a importância da obra, o DER observa que, ao ter a sua restauração concluída, prevista para junho de 2019, a rodovia contribuirá para aumentar o desenvolvimentosócio-econômico, melhorar a integração dos municípios da região, modernizar a infraestrutura rodoviária, melhorar o escoamento da produção agrícola, oferecer uma melhor qualidade de vida da população e atender à logística de transporte dos polos canavieiros e cimenteiro do Estado.
Como principais serviços em execução, atualmente, constam terraplenagem em cortes e aterros, reciclagem da camada de base com adição de 30 por cento de brita, recapeamento asfáltico da pista de rolamento e dos acostamentos em CBUQ, reconstrução de dois pontilhões, recuperação e limpeza do sistema de drenagem, roçada manual e sinalização horizontal e vertical.
Secom-PB

Trilha do Caranguejo Uçá, na Paraíba, é destaque na mídia nacional

Trilha do Caranguejo Uçá, na Paraíba, é destaque na mídia nacional
A Paraíba é mais uma vez destaque no site ‘Viagem em Pauta’, do jornalista Eduardo Vessoni. Paulista, vindo de um mercado que é um dos principais emissores de turistas para o Nordeste e a convite da PBTur (Empresa Paraibana de Turismo), Versoni esteve no estado em fevereiro, mais precisamente no Litoral Norte, em Mamanguape, e produziu uma série de reportagens sobre a região. Uma delas está sendo veiculada, nesta quarta-feira (13), sobre a Trilha do Caranguejo Uçá.
Além de um texto com bastante informações, a reportagem é narrada por meio de um vídeo, onde as pessoas podem sentir a beleza natural e o encantamento do local, que ainda precisa ser descoberto com mais profundidade. A reportagem de Vessoni tem o sugestivo título: ‘Trilha do Caranguejo Uçá é a Paraíba’. No conteúdo, logo de partida, o jornalista vai direto ao ponto, alertando aos leitores que esqueçam tudo que imaginaram sobre mangue, “equivocadamente”. “Sem essa de cenário sombrio de águas sujas e odores indesejáveis”, afirma.
Vessoni relata a sua experiência durante a trilha do Caranguejo Uçá, em um percurso de cerca de 3 quilômetros entre o mangue o rio, “boa parte flutuando em águas que chegam a até seis metros de profundidade e serpenteiam florestas densas de raízes aéreas que se lançam sobre solo encharcado. Berçário natural da vida marinha, essa área de transição entre a terra e o mar é cenário de uma das experiências mais impactantes do litoral paraibano”.
Além de Mamanguape, o jornalista visitou as Trilhas dos Potiguaras, em Mamanguape; a nova infraestrutura do parque do Jacaré, em Cabedelo; e a nova formatação turística da praia Bela Bela, em Pitimbu. Todo o roteiro foi preparado pela coordenação de Marketing da PBTur.
Há duas semanas, uma outra reportagem produzida pelo jornalista foi veiculada no Jornal Estado de São Paulo, reproduzida no seu portal, na editoria de Viagem, e mostrou a nova infraestrutura das praias do município de Pitimbu, que teve toda aquela área repaginada, o que transformou em um local aprazível e que tem atraído muitos turistas que buscam juntar natureza, com tranquilidade e gastronomia de excelência. Ainda a revitalização do Parque do Jacaré, em Cabedelo.
A presidente da PBTur, Ruth Avelino, disse que o relacionamento com a mídia especializada em Turismo tem sido bastante produtivo e com excelentes resultados para a Paraíba. Desde que assumiu o cargo, em 2011, ela destaca que vem apoiando a vinda de jornalistas brasileiros e do exterior para a Paraíba. Na opinião dela, a mídia espontânea gera divulgação positiva dos atrativos turísticos do estado junto ao público leitor, de rádio, jornais, tvs, portais, sites e blogs. “Quando um jornalista dá o seu depoimento sobre um determinado destino turístico, ele gera credibilidade. Ele está falando com seu leitor, seu telespectador. Isso é muito positivo para alguém que vai optar por este ou aquele passeio durante as férias com a família”, disse Ruth Avelino.
Nessa ação, Ruth Avelino destaca a parceria da Abrasel (Associação Brasileira de Bares Restaurantes e Similares, seccional Paraíba), dos hotéis Hardman e Potiguara, além de Pousada Aconchego.    
PB Agora